Backstage Music


 
HomeHome  FAQFAQ  SearchSearch  RegisterRegister  Log in  
Photobucket
INTERVIEWERS WANTED!
+Info

Share | 
 

 REPORTAGEM - Festival Marés Vivas'12 | 18 de Julho

View previous topic View next topic Go down 
AuthorMessage
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: REPORTAGEM - Festival Marés Vivas'12 | 18 de Julho    Thu Jul 19 2012, 18:42

[quote="Pieni"]
REPORTAGEM
1º DIA - MARÉS VIVAS TMN



18 de Julho 2012
Praia do Cabedelo - Vila Nova de Gaia

Line Up: The Lazzy Faithful, Indiana Blues Band, The Sounds, Wolfmother, Franz Ferdinand
Reportagem realizada por:
Texto: Miguel Vieira
Fotos: Sandra Manuel



Foram 19 mil pessoas(segundo a organização) que estiveram no arranque desta 10ª edição do Festival Marés Vivas TMN, este ano com 4 dias de cartaz.
Neste 10º Festival Marés Vivas TMN o calor brindou todos aqueles que já se encontravam prontos para 4 dias de um desfilar de artistas e de géneros musicais bem diversificados mal as portas abriram.
Apesar do Festival Marés Vivas TMN estar a crescer de ano para ano, continua (ainda) a ser um Festival Urbano “Low Cost” o que faz com que mais pessoas tenham a hipótese de poder participar num evento destes e poder além de ver os concertos também usufruir de todo tipo de atividades presentes no recinto do festival .
Foi no renovado Palco Moche, que este ano além da mudança estética também mudou o seu nome Passou a ser Moche Random Stage, baseado no conceito de que só se saberia as bandas na hora de elas subirem ao palco.
Essa mesma curiosidade de quem iria abrir o Moche Random Stage fez com que à hora marcada se encontrassem um enorme aglomerado de jovens juntos do palco para poder desfrutar desde o primeiro minuto deste palco.
Coube então aos jovens Lazy faithfull a tarefa de dar o mote para abertura do Moche Random Stage. A escolha não poderia ter sido melhor, o quarteto liderado pelo jovem vocalista/ Tommy Hogg vestido a rigor(robe branco) tocaram durante meia hora o seu rock cheio de energia e com uma garra fabulosa onde temas como “Same to you”; e “Don´t even Know”.
Destacando-se os temas “Hostage Situation” e “Oh Yes” que conseguiram que público saltasse e até mesmo dar origem a algum “Mosh” nos presentes. Nota positiva para este quarteto que sente-se à vontade em palco a elevar bem alto o seu rock influenciado de bandas como os Stooges, The Clash.








O senhor que se seguiu já é nenhum estranho nestas andanças, mas é sempre surpreendente ver como André Indiana (aqui com os Indiana Blues Band) continua com o mesmo “brilho” musical ao longo dos anos.
Indiana Blues Band tinham uma assistência muito bem composta bem preparada para receber a banda de braços abertos e de copo na mão.
Excelentes músicos, ambiente adequado, público em sintonia, boas músicas foram a receita perfeita para esta actuação que se baseou no álbum “Bloodline” fortemente carregado de Blues.
Ao som de “Open book”; “You play with my Money”e “She´s leaving to stay” onde o publico este incansável a todos os apelos do André .
Durante a actuação houve momentos em que se sentiu que estavam todos num bar em “New Orleans “.






Pontualmente pelas 22H os Suecos The Sounds iniciaram a sua actuação no palco principal Um concerto algo morno , talvez pelos diversos problemas de som e também porque o público não estaria ainda “acordado” ou em sintonia com a sonoridade Pop dos anos 80 com referências a Blondie.
A simpática vocalista Maja sentiu esse “adormecimento” do público e ainda ironizou aliás ao perguntar ao público se já tinham dormido a Sesta
Os Hits” Living In America” ,“Tony the Beat” e “No one sleeps when I´m awake”, foram os temas que conseguiram fazer mexer um pouco o público-
Embora não tenha sido uma actuação brilhante nem muito calorosa os The Sounds fizeram o que podiam para conseguiram “acordar” os milhares que já aguardavam ansiosamente os Wolfmother.












Junto ao Palco e com alguns minutos de atraso, o cheiro de incenso sentia-se no ar de forma intensa. Notava-se alguma expectativa perante a actuação dos Wolfmother entre os presentes .
Mais uma vez os problemas técnicos dificultaram o som. Se já nos The Sounds se tinha sentido ,no inicio do concerto dos Wolfmother foi deveras evidente, a voz estava demasiado baixa.
Mas nem isso impediu de os Wofmother tomarem conta do festival,os anos 70 tinham chegado ao festival Marés Vivas, respirava-se a sonoridade de outros tempos e o público aderiu em massa
“Woman” e “New Moon Rising” levaram ao rubro os milhares que aqueceram o ambiente frio que já se fazia sentir no recinto, mas não havia tempo para o frio.
Se em álbum os Wolfmother são mais compactos, no formato “live” tornam-se mais livres, psicadélicos e ainda mais animados.
Deixam-se levar e levam os presentes em viagens só deles cheios momentos progressive, psicadélicos e de improviso. Prova disso foi a inclusão de uma parte do tema “Another Brick in the Wall(part 2”) dos Pink Floyd.
Foi sem dúvida uma aposta ganha e realmente um verdadeiro hino ao Rock dos anos 70 e também 80.












A noite já era fria e com meia hora de atraso os Britânicos Franz Ferdinand entraram a todo o gás para um público já bem “quente” e preparado para os receber.
A sintonia entre o público português e a banda foi evidente desde o primeiro tema. Nunca até ao fim houve momentos de menos energia.
“Do you want”: This Fire”;“Michael” entre outros foram cantados, dançados alegremente como se não houvesse amanhã . Houve ainda tempo por uma passagem mais disco sound de um clássico de Donna Sommer no meio de um dos temas.
Ouviu-se também alguns temas novos que deu para aguçar a curiosidade para um futuro álbum.
Excelente final com o quarteto todos em volta da bateria e em conjunto a demonstrar um momento de percussão arrepiante e intenso.
Apesar de ter sido um concerto com um set list de temas “Best o f” ninguém se sentiu insatisfeito no final
Um primeiro dia bem “mexido” este do Festival Marés Vivas TMN.














Last edited by Sandra Manuel on Wed Aug 01 2012, 16:20; edited 3 times in total
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
Francisco
Music listener


Registration date : 2009-11-24
Male Number of posts : 105
Country/ City : Avanca
Preferred Music Style : Rock, Alternativo

PostSubject: Re: REPORTAGEM - Festival Marés Vivas'12 | 18 de Julho    Tue Jul 31 2012, 13:19

Infelizmente não consegui ir este ano por muita pena minha, ainda por cima tendo dos melhores cartazes de festivais de verão. Fica para o ano
Back to top Go down
 
REPORTAGEM - Festival Marés Vivas'12 | 18 de Julho
View previous topic View next topic Back to top 
Page 1 of 1
 Similar topics
-
» The West Oak Lane Jazz Festival
» Corn Party ( Festival)
» Steel Pulse at Brupop Festival 1980
» [2005 August] Jah Shaka Stoke Trent Festival
» Palm Beach Pop Festival 1969

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
Backstage Music :: General :: Rock :: Live Music Feedback-
Jump to: